domingo, 9 de setembro de 2012

Maurits Cornelis Escher

(Repostagem)

Senóide

Subo ou desço?
Por onde foi que eu vim?
Sempre esqueço!

                     
Vê-se da praia

fique a olhar!
Entre o peixe e ave
está só o mar!

 

Uma lava a outra...

Dê-me sua mão
Perdoe-me de fato.
Não quero sermão










 

Nativo

 Eu sou da tribo
Que compra uma briga
sem  dar recibo!



Belalugosi

A sangue frio
Eu surrupio o sangue
do hemorio


Borboletas

Bata as asas
e encha de magia
todas as casas



Ônibus lotado!

Eu quero sair!
Ei, você aí atrás!
Tire a mão daí!


Revoada

Um voo bonito
parece que estão indo
pro infinito!



Sóbrio

Eu não entendi!
Essa água vai ou vem?
Será que bebi?



















Os haigas acima são todos inspirados nas ilustrações de Escher, o genialíssimo!



19 comentários:

  1. Fantástico o post!
    Os haicais são bonitos mesmo.de gênios &
    Amei!

    ResponderExcluir
  2. Ebaaaaaa!!! Vale a pena ver de novo (clichê válido)

    Beijos =)

    ResponderExcluir
  3. Limerique

    Olhe, perceba, ache e pense
    O ilógica de tudo nos vence
    Desenhos estranhos
    De traços tamanhos
    Arte de Escher apenas nonsense.

    ResponderExcluir
  4. Limerique

    Águas que acima escalam degrau
    Ilusão de ótica de altíssimo grau
    Arte nonsense
    Escher nos mente
    Faz tudo parecer muito normal.

    ResponderExcluir
  5. Limerique

    Imagens que despertam desassossego
    Como a água desce para cima no rego
    E outras ilusões
    Que criam padrões
    Como pomba transformada em morcego.

    ResponderExcluir
  6. Limerique

    Por essas criações tenho apreço
    E mesmerizado as vezes pareço
    Figuras se formam
    E se transformam
    Surpresa! quanto mais subo mais desço.

    ResponderExcluir
  7. Limerique

    Escher, criativo, nos enche de ilusão
    Seus desenhos causam-nos confusão
    Águas que descem
    Subir nos parecem
    Nonsense da melhor qualidade são.

    ResponderExcluir
  8. Delirantes percepções!
    Abraços tricolor!

    ResponderExcluir
  9. Cristiano, eu vi a exposição!
    Teus haicais estão fantásticos,
    belas elucubrações. bjs

    ResponderExcluir
  10. Uma série e tanto!!!

    Aquele abraço, Marcel*

    ResponderExcluir
  11. Nossa!!! Geniais seus haikais Cristiano.Adorei. Abraços

    ResponderExcluir
  12. A La Escher, todos perfeitos e inteligentes como sempre, meu caro amigo.

    Boa Noite
    Um abraço.

    ResponderExcluir

Nuvens é um belíssimo livros escrito por Anoldo Pimentel, poeta carioca que nos encanta com seus escritos no blog Haikai nos ventos. Para adquirí-lo mande um email para arnoldopimentel@gmail.com

Prestação editorial independente e distribuição de e-books de poesia & afins

CASTANHA MECÂNICA

Castanha Mecânica é um projeto que visa à livre distribuição e divulgação da poesia através da organização dos poemas em forma de e-book. Toda e qualquer reprodução, parcial ou integral das obras que aqui se encontram são autorizadas pelos autores, desde que a autoria seja devidamente atribuída.

Buscando outro caminho fora do mercado editorial, e, a descobertas de novos nomes da poesia, nos disponibilizamos a uma “prestação editorial” que culmina em livros virtuais que podem ser baixados diretamente do nosso acervo.
Ocorreu um erro neste gadget