domingo, 16 de outubro de 2011

68's.Belíssimos Filmes

Alain Moreau

Eu gosto de ser
"Quando estou amando"
Gerard Depardieu!


Gerard Depardieu

Cinema Paradiso

Foi com Alfredo
que descobri os filmes
E amar, sem medo

Alfredo e Totó.

Óleo de Lorenzo

O amor existe
quando um pai, por um filho
nunca desiste


Uma lição de vida.




Escafandro e a borboleta




Assaz digno, é
quem cai e encontra força
pra ficar de pé.

Trafic

 

 




















Quem enlouqueceu?
Terá sido esse carro?
Terá sido eu?

Cristiano Marcell



5 comentários:

  1. "Óleo de Lorenzo realmente é uma pura demonstração de amor e perseverança na esperança.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Que bela postagem fizeste aqui, mas senti falta do Jacques Tat
    ;)

    ResponderExcluir
  3. Linda temática!
    Adorei teu espaço de talento!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Marcell! Obrigada por ter sido contemplada, amo o Tati!

    ;)

    Abração, paz e bem!

    ResponderExcluir
  5. Prezado Júlio,o filme Óleo de Lorenzo(baseado em fatos verídicos)é uma grande motivação para que deixemos de reclamar por coisas pequenas que nos aborrecem no cotidiano.

    Obrigado, cara Elisa por ter visitado meu espaço. Seus Haicais são muito bons!

    Canto de Boca, havia me esquecido de Jaques Tati. Postei um escrito do filme que mais gosto dele.

    Um forte abraço a todos e agradeço mais uma vez a gentileza de seus comentários!

    ResponderExcluir

Nuvens é um belíssimo livros escrito por Anoldo Pimentel, poeta carioca que nos encanta com seus escritos no blog Haikai nos ventos. Para adquirí-lo mande um email para arnoldopimentel@gmail.com

Prestação editorial independente e distribuição de e-books de poesia & afins

CASTANHA MECÂNICA

Castanha Mecânica é um projeto que visa à livre distribuição e divulgação da poesia através da organização dos poemas em forma de e-book. Toda e qualquer reprodução, parcial ou integral das obras que aqui se encontram são autorizadas pelos autores, desde que a autoria seja devidamente atribuída.

Buscando outro caminho fora do mercado editorial, e, a descobertas de novos nomes da poesia, nos disponibilizamos a uma “prestação editorial” que culmina em livros virtuais que podem ser baixados diretamente do nosso acervo.
Ocorreu um erro neste gadget