terça-feira, 15 de novembro de 2011

77. Vida banida...

Televisão de cachorro
Montagem - Cristiano Marcell

Hora do rango.
Na retina do Totó
reflete o frango.

Desjejum do Mendigo

 Acachapante.
 Um gole de solidão.
sem adoçante
Pivete

Saio da escola
"peçum" qualquer no sinal
cheirando cola!

Asilo

Banho tomado
Mas meu filho nunca vem.
Sempre ocupado.

Mendicância

Tomo meu rumo.
Forro o papelão no chão,
deito e durmo!

Overdose

 Que ironia!
O meu último pico
com Zé Maria.

Velha Cachaceira

Receita na mão:
Me ajuda c'um remédio
de puro alcatrão.

Flanelinha

 São cinco reais,
Cuido do retrovisor
e o pneu de trás

Cristiano Marcell

6 comentários:

  1. Desabafo
    Este eu cito
    Atraso de meu carro,
    Pônei maldito!

    ResponderExcluir
  2. Trágicos e cômicos; maneiro.
    Sobre o flanelinha tá barato. Aqui em Floripa eles não cobram menos do que dez reais.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Jair e Júlio,amigos haicaístas, agradeço a presença neste espaço que há muito(graças a Deus)deixou de ser somente meu.

    Muita paz!!!!

    ResponderExcluir
  4. Pra você querido amigo Haicaísta,

    BORBOLETA

    A borboleta tem vida curta
    vive seu momento de borboleta
    e é feliz ...

    Adorei sua visita
    bj

    ResponderExcluir
  5. Prezada colega, agradeço! Tenha um bom dia!

    ResponderExcluir
  6. Olá Cristiano..
    excelente "Vida banida"... banida de tantas coisas..é mesmo!!mas..que venha o outro lado dela..mais linda..
    Grande bj no coração.
    Lecy'ns

    ResponderExcluir

Nuvens é um belíssimo livros escrito por Anoldo Pimentel, poeta carioca que nos encanta com seus escritos no blog Haikai nos ventos. Para adquirí-lo mande um email para arnoldopimentel@gmail.com

Prestação editorial independente e distribuição de e-books de poesia & afins

CASTANHA MECÂNICA

Castanha Mecânica é um projeto que visa à livre distribuição e divulgação da poesia através da organização dos poemas em forma de e-book. Toda e qualquer reprodução, parcial ou integral das obras que aqui se encontram são autorizadas pelos autores, desde que a autoria seja devidamente atribuída.

Buscando outro caminho fora do mercado editorial, e, a descobertas de novos nomes da poesia, nos disponibilizamos a uma “prestação editorial” que culmina em livros virtuais que podem ser baixados diretamente do nosso acervo.
Ocorreu um erro neste gadget